Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Prosas Educativas: HA realiza 6ª edição de evento promovido pelo NEC

 

O evento “Prosas Educativas”, organizado pelo Núcleo de Educação em Câncer do Hospital de Amor (NEC) reúne profissionais das áreas de educação e saúde para discutir maneiras de se introduzir a temática da saúde no contexto da sala de aula. Em sua sexta edição, que aconteceu no último dia 16 de maio, a conferência ocorreu com uma abordagem diferente, mas não menos importante. Com base no tema “Cuide-se, educando: um olhar para o saúde do educador”, foi trazida uma equipe de coaching (que são profissionais que auxiliam as pessoas a desenvolverem suas potencialidades no âmbito pessoal e profissional) para evidenciar a importância de se dar atenção ao bem-estar daqueles que ensinam, para que eles possam fazê-lo da melhor forma possível.

De acordo com o coordenador do NEC, Gerson Vieira, é essencial gerar esse tipo de discussão, pois os educadores precisam entender a relevância dos cuidados com a própria saúde para transmitir essa questão com mais propriedade aos seus alunos. “A função do NEC é trabalhar com a comunidade a questão da prevenção e do diagnóstico do câncer, mas não se pode abordar um assunto tão complexo, sem antes cuidarmos daqueles que instruem essas crianças e adolescentes. Isso se reforça no fato de atualmente cerca de 80% dos casos de câncer estarem relacionados a fatores externos, que incluem hábitos não saudáveis de vida”, afirmou.

Para a coach pessoal e profissional, Andrea Faria, a preocupação do hospital em permitir um bate-papo como esse é algo muito válida. “Se considerarmos todas as edições do evento, nós somos os primeiros coaches a palestrar. O coach é sinônimo de ação. Não há como falar na interferência da educação dentro da saúde e da saúde na educação se não houver uma harmonia entre as duas áreas. Se as pessoas não estiverem saudáveis, elas não vão conseguir passar a educação de uma maneira apropriada. Por isso, deve haver essa sinestesia sempre, pois a partir do momento em que as pessoas conseguem enxergar o cenário onde elas se encontram, elas são capazes de encontrar as soluções”, disse.

O professor de educação física e também palestrante do evento, José Manfredi, explicou a importância de se considerar a saúde dos educadores de uma forma mais ampla. “Se levarmos em consideração o estilo de vida que a nossa sociedade vem levando, considerando fatores como o excesso de trabalho, o estresse e a ansiedade, ao buscar qualidade de vida por meio de um aprendizado ou uma melhora de hábitos (tanto na alimentação quanto na prática de atividades físicas), consequentemente, gera-se um melhor rendimento e mais disposição nas outras atividades, seja no trabalho ou mesmo na vida pessoal”, disse. Para ele, as consequências de não se levar em conta tais fatores pode trazer resultados preocupantes. “As pessoas se preocupam tanto com o trabalho e acabam deixando a própria saúde como algo secundário, porém, com o passar dos anos, nosso organismo pode ter que pagar um caro por isso”, reforçou o profissional.

A atividade reuniu mais de 110 pessoas, entre profissionais das áreas da educação e de enfermagem, agentes de saúde e estudantes de pedagogia. A abertura para participação dos universitários foi vista com entusiasmo pelos participantes. “Poder ter uma ótica sobre uma questão como essa é algo imprescindível para profissionais, mas também para os alunos. Com certeza, as informações discutidas aqui farão diferença na formação desses futuros profissionais. Para a área pedagógica, enxergar novas pautas, conversar sobre novas ideias, que podem ser colocadas em prática, é algo essencial”, comentou o coordenador do curso de pedagogia do Instituto Superior de Educação de Barretos (ISEB). “As palestras e essa interação com outras pessoas da área são muito úteis para nós que estamos começando. Eu já sou técnica em enfermagem, mas agora, estudando pedagogia, vejo que sempre temos algo novo para aprender”, referiu a estudante do 2º período de Pedagogia da Faculdades Integradas Soares de Oliveira (FISO), Sandra Cristina de Luca.