Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Van de prevenção do câncer bucal auxilia no diagnóstico precoce da doença

 

Um dos tipos mais de comuns de tumor da região da cabeça e pescoço é o de boca. Apesar de pouco divulgado, ainda é um problema grave. Preocupado com as estatísticas e pensando na prevenção, o Hospital de Câncer de Barretos desenvolveu uma unidade móvel para o diagnóstico do câncer bucal e para realizar exames preventivos.

Van do câncer bucal
Com capacidade para fazer 40 atendimentos todos os dias, o veículo está equipado com uma cadeira e aparelhos odontológicos, que serão usados para atender as cidades do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Barretos. O projeto também capacita enfermeiros e agentes comunitários em parceria com o Núcleo de Educação em Câncer. O objetivo é fazer com que esses profissionais estejam aptos a identificar a doença e os pacientes com fatores de risco: homens e mulheres acima de 40 anos, alcoólatras ou tabagistas (ou que tenham abandonado o vício em 10 anos).

De acordo com o cirurgião dentista responsável pela unidade móvel, Carlos Deyver de Souza Queiroz, uma das principais dificuldades é a de adesão das pessoas que correm risco de ter a doença. No entanto, ainda segundo ele, o projeto vai diminuir esse problema. “Mais de 50% dos pacientes com câncer bucal ingerem muito álcool e fumam bastante. Como se trata de um hábito, a pessoa não quer aderir ao tratamento. Com a van, vamos conseguir abranger um público maior e fazer o diagnóstico precoce.”

Câncer de Boca
Estudos apontam que a causa do câncer bucal está relacionada há uma série de fatores além do tabagismo e do alcoolismo. Há ainda a infecção pelo HPV, a genética e também a ausência de uma boa higiene bucal. No entanto, a atenção com o fumo é redobrada, pois 42% dos casos estão relacionados ao vício.

“Cada cigarro tem 4.700 substâncias nocivas. Com a combustão, elas se tornam altamente cancerígenas. Se o paciente fumar e beber, a soma dos fatores eleva em 30 vezes a possibilidade do desenvolvimento da doença”, alerta o dentista.

Possíveis sinais do câncer bucal
- Ferida na boca que não cicatriza;
- Dor na boca que não desaparece;
- Caroço ou inchaço na bochecha;
- Mancha branca ou vermelha nas gengivas, língua, amídalas ou mucosa da boca;
- Inchaço da mandíbula causando desconforto na dentadura;
- Enfraquecimento dos dentes ou dor ao redor dos dentes ou mandíbula;
- Perda de peso;
- Mau hálito constante.