70-412 640-916 |  70-489 210-451 1z0-144 CAS-002 CISSP CWSP-205 EX200 |  70-697 70-347 |  200-125 |  FC0-U51 PMI-001 400-051 70-534 |  70-486 |  cas-002 |  300-115 640-916 |  2V0-621D 040-444 1Y0-401 SSCP 200-105 JN0-102 IIA-CCSA NS0-506 712-50 DEV-401 101 70-461 GISF MB2-713 70-480 9L0-012 JN0-332 700-039 400-351 642-997 70-410 70-532 EADA10 1z0-218 70-534 CSM-001 300-075 |  300-475 640-916 642-999 1z0-809 |  642-889 MB5-705 VCP550D 642-035 MB2-710 300-075 70-462 |  4A0-107 70-486 70-463 640-875 200-120 |  PMP 1K0-001 CEH-001 300-085 1z0-804 1z0-054 70-488 cissp |  70-332 PCNSE7 700-801 1z0-058 210-260 400-051 |  JN0-633 300-135 |  840-425 EX200 |  cism |  GCIH SPHR 70-411 70-534 |  700-001 1V0-605 642-980 MB2-712 352-001 70-680 1z0-333 648-232 70-384 220-901 C2090-560 EX200 |  700-037 101-400 N10-006 599-01 101 |  1z0-897 Hospital de Câncer de Barretos lança a 5ª edição de concurso de redação - Hospital de Câncer de Barretos

Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Hospital de Câncer de Barretos lança a 5ª edição de concurso de redação

 

Os malefícios do tabaco à saúde individual e coletiva é o tema da 5ª edição do Concurso de Redação do Hospital de Câncer de Barretos. O lançamento aconteceu nesta quarta-feira (17.05), na sede da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. A ação tem o objetivo informar e disseminar a prevenção de uma série de doenças, incluindo os tumores.

A disputa é aberta a alunos do 9º ano do Ensino Fundamental de escolas de todas as regiões do Estado. O concurso é dividido em etapas locais, regionais e estaduais. O texto deve ser inédito e responder à seguinte questão: “Tabagismo: qual é a verdade sobre o câncer por trás da fumaça?”. O prazo para produção e envio das redações vai até 16 de junho.

Serão avaliadas a criatividade, relevância, organização do texto, ortografia e gramática da língua portuguesa. Todos os textos devem ser manuscritos e redigidos à caneta, preta ou azul, na folha padrão disponível para download no Portal da Educação www.educacao.sp.gov.br.

Os autores das cinco melhores redações serão premiados com três dias de estágio no Centro de Pesquisa em Oncologia Molecular do Hospital de Câncer de Barretos, onde desenvolverão várias atividades científicas e laboratoriais, além de serem estimulados a respeito da conscientização sobre o câncer e medidas de prevenção.

”Para nós, é uma alegria muito grande dar o ‘pontapé inicial’ desta edição do concurso na sede da secretaria de educação do estado, pois isso mostra o quanto ele está crescendo e alcançando cada vez mais jovens. Estar aqui é uma oportunidade de valorizarmos o trabalho das diretorias de ensino que têm se comprometido com a causa e ainda incentivar aquelas que ainda não conseguiram se engajar.”, disse o coordenador do Núcleo de Educação em Câncer do Hospital, Gerson Vieira.

Segundo Vieira, a iniciativa tem um papel muito importante, pois o cenário mundial do câncer mostra hoje números muito alarmantes. “Na última década, houve um aumento de 20% na incidência da doença, e quando pensamos nas projeções para o futuro, os números continuam crescendo exponencialmente. Só no Brasil, foram mais de 600 mil novos casos no ano passado. Até 2030, temos uma prospecção de 27 milhões de novos casos em todo mundo. Por isso, é muito importante sensibilizar as escolas e os demais grupos sociais sobre o assunto, pois é uma temática de interesse de todos”, explicou.

Para o Secretário da Educação do Estado de São Paulo, José Renato Nalini, o concurso de redação faz com que as pessoas pensem sobre a doença. “Eu conheço várias pessoas que já enfrentaram ou enfrentam o câncer, e a gente fica muito preocupado quando descobre um caso perto da gente. Mas há coisas que podem ser evitadas. O fumo, apesar de ser um vício lícito, é muito prejudicial à saúde das pessoas. Por isso, é importante falar a respeito. Agora, para nós da rede pública, além de estarmos abordando esse assunto importante entre nossos alunos, nós vamos ajudá-los a desenvolver a escrita, concatenar ideias, utilizar a criatividade, e também gerar uma competição saudável entre eles”, afirmou.